Fale conosco pelo WhatsApp

Aplicação de Toxina Botulínica

A pele se destaca como o órgão que mais reflete os sinais da passagem do tempo, ficando diariamente exposta ao sol e à poluição — dois fatores que contribuem para o aparecimento dos sinais de envelhecimento. Para quem deseja suavizar essas rugas e marcas de expressão, bem como prevenir seu aparecimento, a aplicação de Toxina Botulínica pode ser a solução.

Destaque entre os tratamentos estéticos mais procurados em um consultório de dermatologia, a aplicação de Toxina Botulínica é um procedimento minimamente invasivo, praticamente indolor e realizado em poucos minutos. A recuperação do paciente também é rápida, e os resultados podem ser observados em poucos dias, embora não sejam definitivos.

A aplicação de Toxina Botulínica é realizada em consultório, com a utilização de agulhas muito finas que injetam pequenas quantidades da substância em músculos específicos da face. Os locais em que o produto será aplicado são previamente escolhidos pelo dermatologista, que leva em consideração as características do rosto e das rugas do paciente.

É importante que as regiões que receberão as injeções sejam cuidadosamente escolhidas pelo dermatologista de modo que apenas os músculos que induzem a formação de rugas sejam enfraquecidos e as expressões faciais do paciente sejam preservadas. O local que recebeu a aplicação de Toxina Botulínica pode ficar dolorido nos primeiros minutos, raramente apresentando hematomas. Em geral, não é preciso aplicar anestesia. Após o procedimento, é necessário ficar 4h sem ficar na posição horizontal, 24h sem exercício físico e não é exigido tempo de recuperação.

Este procedimento é indicado para pacientes que desejam suavizar as rugas, linhas de expressão e demais sinais de envelhecimento que acometem a pele do rosto e pescoço. Em geral, a Toxina Botulínica não causa reações adversas, e os relatos de complicações relacionadas à aplicação da substância são muito raros, e as restrições são apenas para gestantes, lactantes, portadores de doenças autoimunes em atividade e alérgicos à substância.

Quem pretende se submeter ao tratamento deve ter em mente que a substância não será capaz de resolver todos os problemas de pele, podendo ser necessário combinar a aplicação de Toxina Botulínica a outros tratamentos ofertados pela dermatologia estética. O ideal é sempre conversar detalhadamente com a dermatologista para alinhar as expectativas e entender se este é o procedimento mais adequado para o caso.

Não são necessários muitos cuidados específicos após a aplicação da Toxina Botulínica, embora seja recomendado evitar a prática de exercícios físicos por 24h após o procedimento. Além disso, é importante não esfregar ou massagear a área que foi submetida ao tratamento para evitar que a substância se movimente para outra área do rosto e prejudique o resultado do tratamento.

A aplicação da Toxina Botulínica é bastante segura, mas podem ocorrer efeitos colaterais como:

  • Hematomas e vermelhidão no local da aplicação;
  • Dor localizada na região do tratamento;
  • Náuseas;
  • Fraqueza temporária na face;
  • Ptose temporária (queda da pálpebra superior);
  • Dor de cabeça;
  • Sintomas gripais.

Muito raramente, pode acontecer de a toxina se espalhar para além da região tratada, podendo causar complicações leves como fala arrastada, dificuldade de deglutição, fraqueza muscular e problemas respiratórios.

Os resultados da aplicação da Toxina Botulínica já podem ser observados 48 horas após o tratamento, e os efeitos são totalmente alcançados em 15 dias. A melhora proporcionada pela substância geralmente dura entre 3 a 6 meses, variando de acordo com as características de cada paciente. Em geral, pessoas muito expressivas ou que praticam atividades físicas em excesso apresentam ação encurtada da toxina.

Após este período, o organismo volta a apresentar a ação muscular associada à formação de rugas e/ou a sudorese excessiva. Caso o indivíduo deseje, uma nova aplicação pode ser realizada, desde que exista um intervalo de pelo menos 3 meses entre cada procedimento. Caso esse tempo de pausa não seja respeitado, há risco de o paciente apresentar assimetria facial, ou até mesmo resistência ao produto.

Adotar uma rotina de cuidados diários com a pele — que inclui limpeza, hidratação e uso regular de protetor solar — também favorece a manutenção dos resultados, além de prevenir o envelhecimento da pele. Uma alimentação balanceada e o consumo adequado de água também são indicados.

Para saber mais sobre a aplicação da Toxina Botulínica, entender seus benefícios e descobrir se este é o tratamento mais adequado para sua pele, entre em contato e agende uma consulta com uma dermatologista.