Fale conosco pelo WhatsApp

 

Dermatologista retirando verruga
Imagem: Shutterstock

O dermatologista é o médico mais adequado para identificar o tipo de verruga, bem como apontar o tratamento mais adequado para o problema

Lesões cutâneas causadas pela infecção pelo Papiloma Vírus Humano (HPV), as verrugas podem se propagar facilmente e apresentar diferentes formatos, tamanhos, coloração e aspecto geral. Embora sejam consideradas benignas, essas formações podem ser esteticamente incômodas para o paciente — que deve se consultar com um especialista em tirar verrugas para avaliação do caso e realização do procedimento.

O especialista em tirar verruga é o cirurgião dermatológico, um profissional que se aprofundou na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças que acometem a pele, pelos, mucosas, unhas e cabelos. Este médico está devidamente habilitado a realizar diversas técnicas corretivas que visam proporcionar uma pele mais saudável aos pacientes, o que inclui a remoção verrugas, pintas e demais alterações cutâneas.

Entenda o que são as verrugas

As verrugas são formações de pele causados pelo HPV, um vírus que ativa o crescimento anormal de células da epiderme e faz com que elas sejam projetadas para a superfície do corpo por meio de pequenas lesões cutâneas. O contágio pode ocorrer a partir do contato direto com pessoas ou objetos contaminados, por meio de relações sexuais desprotegidas, ferimentos de pele ou durante o contato entre mãe e feto no parto.

As lesões que caracterizam as verrugas podem se manifestar isoladamente ou em grupo, e as verrugas podem se espalhar facilmente de uma área do corpo para outra. O acompanhamento de um especialista em tirar verruga é a melhor maneira de evitar que o problema se agrave, sendo essencial consultar um dermatologista para avaliar o caso de maneira criteriosa e apontar o tratamento mais adequado.

Uma vez que existem mais de 100 tipos de HPV, características como o aspecto, tamanho e coloração das verrugas pode

variar bastante conforme o vírus que está causando a infecção. Levando isso em consideração, as verrugas podem ser classificadas entre:

  • Vulgares: possuem formato irregular e são endurecidas e ásperas, geralmente crescendo em volta das unhas, nos dedos, no dorso das mãos e na região dos cotovelos e joelhos;
  • Filiformes: apresentam formato fino e alongado;
  • Planas: são pequenas e macias, com superfície plana e lisa. Geralmente crescem em grande número;
  • Plantares: crescem nas plantas dos pés e podem se tornar bastante doloridas;
  • Anogenitais: atingem a região perianal, afetando a mucosa genital de homens e mulheres.

Quem é o especialista em tirar verrugas?

O profissional mais adequado para diagnosticar e tratar verrugas é o dermatologista, que poderá avaliar o quadro de maneira aprofundada e recomendar a melhor metodologia para evitar a disseminação do vírus para outras pessoas, assim como evitar o surgimento de novas lesões. Vale lembrar que muitas verrugas são precursoras de tumores malignos, cabendo ao especialista diferenciar este tipo de formação.

Se consultar com um especialista em tirar verrugas, portanto, não se limita a apenas uma preocupação estética: este é um cuidado fundamental para prevenir cânceres de colo do útero, de pênis e de pele. O tratamento adequado para as lesões também evita que mais pessoas acabem sofrendo com o problema, visto que o HPV é um vírus transmissível.

Quando procurar um especialista em tirar verrugas?

Como foi explicado, a avaliação e o acompanhamento de um dermatologista especialista em tirar verrugas são essenciais para evitar a disseminação do vírus HPV para outras pessoas, bem como para evitar que o paciente apresente uma piora nas lesões apresentadas. Por isso, é recomendado que qualquer indivíduo que apresente formações na pele procurem um profissional qualificado para receber um diagnóstico adequado.

Cabe a um profissional de Dermatologia a tarefa de examinar as lesões de pele, identificando se elas realmente são verrugas e detectando seu tipo. A partir destas informações, o especialista poderá apontar a melhor abordagem terapêutica para tratar a situação.

Não é recomendado, em nenhuma circunstância, que o paciente tente eliminar as formações a partir de métodos caseiros. Mesmo nos casos em que o tratamento é realizado parcialmente em casa, com uso de medicamentos específicos, a atuação e o conhecimento do médico especialista em tirar verrugas continuam sendo fundamentais, pois o dermatologista poderá receitar o fármaco e a dosagem ideal para o paciente.

Como é realizada a remoção de verrugas?

Existem diversas maneiras de retirar verrugas, que vão desde uso de medicamentos tópicos até realização de cirurgia — que pode ser feita a partir de metodologias como curetagem, eletrocauterização, uso de nitrogênio líquido e aplicação de laser. Em todas as possibilidades terapêuticas, o procedimento deve ser conduzido por um especialista em tirar verrugas.

Tanto os cuidados pré-operatórios como a recuperação cirúrgica variam conforme o tipo de verruga que está sendo tratado e a metodologia terapêutica aplicada. Caso o dermatologista julgue necessário para a situação, podem ser solicitados exames para avaliar as condições clínicas do paciente e riscos envolvidos no procedimento. Os cuidados pós-cirúrgicos também dependem diretamente das particularidades do paciente e suas lesões.

Além dos métodos citados, o especialista em tirar verrugas pode optar pela excisão das formações, bem como uso de adesivos com ativos específicos e administração de substâncias ácidas.

Dra. Maria Claudia Luce: especialista em tirar verrugas

Com a missão de proporcionar bem-estar e autoestima a seus pacientes, a dermatologista Dra. Maria Claudia Luce é especialista em tirar verrugas, bem como em diversos outros tratamentos clínicos e cirúrgicos que visam restaurar a saúde da pele e dos tecidos subcutâneos. A profissional atua sempre com base nas particularidades e necessidades de cada indivíduo, prezando pelo atendimento humanizado e personalizado.

Entre em contato para saber mais sobre esse e os demais procedimentos realizados pela Dra. Maria Claudia.

Fontes:

Sociedade Brasileira de Dermatologia;

Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica;

Dra. Maria Claudia Luce.