Fale conosco pelo WhatsApp

Calvície Feminina: Causas e Tratamentos

Mulher com calvície feminina mostra a raiz do cabelo
01 dez, 2021

Entenda o que pode causar esse problema e quais as melhores opções de tratamento dermatológico

A calvície feminina é uma alteração um pouco menos comum do que a masculina, mas pode impactar drasticamente a autoestima das mulheres. Por isso, existem tipos específicos de tratamento para este problema.

Em primeiro lugar, é preciso entender que nem toda queda de cabelo pode ser uma precursora da calvície feminina. No entanto, em alguns casos, esses são os primeiros sintomas que devem ser observados para que seja feita a busca por um médico.

Quais são as principais causas da calvície feminina?

Uma dúvida recorrente é se existe a possibilidade de as mulheres ficarem carecas. A calvície feminina pode ter início logo após a puberdade e tende a apresentar uma evolução mais lenta. No começo, acontece uma rarefação difusa das madeixas, que se tornam mais enfraquecidas e de menor volume. Tal ação tem como resultado a queda mais frequente dos fios, com nascimento de fios cada vez mais finos.

Uma patologia ligada a fatores hormonais ou endócrinos pode agir como um agravante para a alopecia androgenética (calvície), principalmente depois da menopausa. Esta, por sua vez, promove uma alteração hormonal importante, alterando o ciclo capilar.

Por outro viés, não é somente o estresse do dia a dia que pode provocar a queda dos fios. Outros fatores que prejudicam a saúde capilar são:

  • Uso constante de cosméticos e produtos químicos no cabelo;
  • Má alimentação;
  • Fatores genéticos;
  • Temperaturas muito elevadas de água aplicada nos cabelos.

Tratamento para calvície feminina

Um dos mais conceituados tratamentos para ajudar neste problema é a mesoterapia capilar. Essa técnica de dermatologia estética faz uso de substâncias estimuladoras do crescimento dos fios e só pode ser aplicada após uma avaliação criteriosa conduzida por um dermatologista especializado. O médico deverá, antes de indicar o tratamento, entender as causas do problema da paciente.

A mesoterapia capilar tem duas etapas básicas: a primeira é a limpeza da região capilar. Em seguida, é aplicado um produto com o auxílio de uma agulha fina. Tal substância, em geral, é um conglomerado de vitaminas, medicamentos e aminoácidos responsáveis por alavancar o crescimento capilar, estimulando o crescimento de fios saudáveis.

Por ser aplicada diretamente no couro cabeludo da paciente, a mesoterapia capilar é complementar aos tratamentos para calvície feminina que sejam feitos via oral. O tratamento é considerado um pouco mais invasivo e pode resultar em alguns efeitos colaterais passageiros, como vermelhidão e um leve desconforto na região tratada.

Quando a queda de cabelo pode se tornar preocupante?

Cada caso de queda de cabelos deve ser avaliado isoladamente, já que algumas situações são menos dramáticas e até rotineiras. No entanto, quando a paciente identifica um aumento abundante no volume de cabelos caídos durante sua higienização diária, é hora de ficar alerta e procurar ajuda especializada. O surgimento de falhas na cabeça também pode ser outro sinal preocupante. 

A duração do período da queda é outro ponto a ser observado. Quando essa situação se prolonga por mais de quatro meses, também é o momento adequado de procurar por um dermatologista.

Se você vem notando quedas anormais de seus fios e o aparecimento de outros problemas na sua saúde capilar, não hesite em entrar em contato com o nosso consultório e marcar uma consulta. Quanto antes o tratamento de calvície feminina for iniciado, mais rápida será a resolução do caso.

Fonte:

Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 

Dra. Maria Claudia Luce

Formada em medicina pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) e com residência em dermatologia no Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), a dermatologista Dra. Maria Claudia Luce é membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia e sócia-proprietária da Clínica Sense.