Fale conosco pelo WhatsApp

Pintas vermelhas na pele: O que pode ser?

Pele com diversas pintas vermelhas
15 set, 2020

O aparecimento de pintas vermelhas na pele pode gerar certo receio nas pessoas, especialmente quando elas apresentam coloração intensa. A preocupação é válida, e conhecer as causas desta alteração é essencial que o indivíduo não se preocupe sem necessidade ou deixe de dar a devida atenção a uma ocorrência de saúde.

As pintas vermelhas na pele são também chamadas de nevos rubi e angiomas rubi e, normalmente, são lesões benignas que não oferecem riscos de saúde ao paciente.

Como surgem as pintas vermelhas na pele?

A principal causa do surgimento de lesões vermelhas na pele é o fator genético. Isso significa que, de modo geral, se seus pais têm essas lesões cutâneas, é provável que você também as desenvolva ao longo da vida.

Ainda que a história familiar tenha um peso grande no surgimento desses sinais, eles também podem aparecer devido a mudanças hormonais, o que faz com que sejam mais comuns na gravidez. Destaca-se que são, em sua maioria, fatores internos que causam o problema.

As pintas vermelhas na pele também podem surgir após os 30 anos e com o passar da idade, principalmente em pessoas com pele clara — caracterizando-se como bolinhas vermelhas de cor intensa.

Essas pintas podem surgir em diferentes regiões do corpo, como braços, tronco, costas, face e outras, além de serem múltiplas. Normalmente, as pintas vermelhas na pele ocorrem em decorrência do crescimento anormal dos vasos sanguíneos e são pequenas, mantendo um diâmetro entre 1 a 4 milímetros. Quanto mais clara a pele, mais a propensão ao surgimento desses sinais.

Quando buscar auxílio dermatológico?

Em sua maioria, as pintas vermelhas na pele são benignas, de forma que o paciente não tem riscos elevados de ter câncer de pele em decorrência desses sinais. Mesmo assim, da mesma forma que é recomendado para os outros sinais da pele, é importante buscar auxílio dermatológico caso haja alterações significativas em tom, diâmetro ou características da borda.

Outro aspecto relevante é que, caso surjam sintomas adicionais, o especialista deve ser consultado. Esses sinais diferentes incluem coceira, sangramentos ou mudanças na aparência. O paciente também pode buscar auxílio dermatológico caso tenha interesse em um tratamento para eliminação ou suavização desses sinais.

Não é possível evitar o surgimento das pintas vermelhas na pele porque elas não são influenciadas por fatores exógenos, no entanto, existem tratamentos simples para a remoção delas.

O dermatologista pode optar pelo uso de lasers ou remoção de pintas cirúrgica. Em ambos os casos, as pintas removidas não retornam, embora o corpo possa continuar produzindo novos sinais, o que não pode ser prevenido por nenhum tratamento.

Como tirar pintas vermelhas na pele?

Apesar dos baixos riscos de malignidade das pintas vermelhas na pele, é importante que seja feito um diagnóstico correto do caso, pois o que o paciente acredita ser nevos rubis às vezes pode ser resultado de alguma patologia.

Existem diferentes doenças que têm entre os sintomas o surgimento de manchas e feridas vermelhas na pele. Algumas delas incluem:

  • Micose: trata-se de uma infecção causada por fungos e que se propaga em locais quentes e úmidos. Entre os sinais, está o surgimento de manchas vermelhas na pele, além descamação cutânea e coceira;
  • Zika vírus: os sintomas do zika vírus são vários e incluem fadiga, dor de cabeça, vômito, dor nos olhos e outros, no entanto, entre eles está a irritação cutânea com o surgimento de pintas avermelhadas levemente elevadas;
  • Viroses e doenças virais: Sarampo, Rubéola e demais viroses podem acarretar o surgimento de pintas vermelhas na pele;
  • Psoríase: uma das doenças de pele mais comuns, a psoríase tem entre os principais sintomas o surgimento de manchas vermelhas na pele que descamam e coçam. A patologia tem influência genética e imunológica.

Considerando essas patologias que têm alterações na pele entre os sintomas é importante que o paciente esteja atento às características das pintas vermelhas na pele, distinguindo-as de manchas ou sinais inflamados, que coçam, ardem e sangram.

O ideal é buscar auxílio de um dermatologista de confiança para diagnóstico, identificando a origem das pintas vermelhas na pele. Entre em contato e agente uma consulta com a dermatologista Dra. Maria Claudia Luce.

Fontes:

Clínica de Dermatologia – Dra. Maria Claudia Luce

Sociedade Brasileira de Dermatologia;

Manual MSD.